Ocorreu um erro neste gadget

Ola´! Que bom que passou por aqui, seja bem vindo! ! Espero que goste e volte sempre!!!!

"O Segredo da vitória, em todos os setores da vida, permanece na arte de aprender,imaginar,esperar e fazer mais um pouco."
( Chico Xavier - ditado por André Luiz )

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

A importância de nos amarmos






Somente quando nos amarmos de forma verdadeira, nos auto-conhecermos e nos aceitarmos como somos é que iniciaremos o caminho para cura de nossas mazelas/doenças, tanto físicas, como emocionais e espirituais, uma vez que a doença nunca começa no corpo físico.

Temos que aceitar e amar nosso eu oculto (nossas inferioridades) em primeiro lugar, para conseguirmos curá-las.

O corpo que habitamos na atual encarnação, a aparência física, cor dos olhos, dos cabelos, estatura, peso, entre outros, foram feitos sob medida pelo Criador para que possamos evoluir e encontrar a missão de nossa alma.

Todas nossas características físicas, assim como os aspectos emocionais são importantíssimos para evolução da nossa alma/consciência, porém, devemos estar cientes e aprendermos a nos enxergar não somente como "o corpo", "a casca", mas um espírito em constante aprendizado e que necessita de determinadas experiências em uma "roupagem" diferente em cada encarnação.

Devemos nos preocupar menos com nossas características físicas que aos nosso olhos são "imperfeições" e nos darmos conta do quão importante é a nossa missão aqui na Terra, esse Planeta-Escola. E, se estamos aqui é porque temos muito a curar e nos melhorar.

Assim, embora vivamos em um mundo material e necessitemos de bens materiais para nossa sobrevivência, eles não são os únicos nem os mais importantes para nossa felicidade. Da mesma forma, a preocupação excessiva com a aparência externa, esquecendo do nosso espírito não nos trará felicidade e bem estar. Talvez uma felicidade momentânea, ou seja, ilusória.

A felicidade vem do interior, é um estado de espírito e independe de situações, acontecimentos ou bens externos. Muito menos dos padrões de beleza impostos pela sociedade!

Por isso a necessidade de nos amarmos do jeito que fomos criados e seguirmos na direção do que realmente nos trará a "felicidade eterna": a descoberta da missão da nossa alma e a consequente evolução espiritual.

Agora reflitamos: Será que nos amamos como seres espirituais e estamos aproveitando a nossa encarnação?

Por: Vivi Draghetti
http://luzdaserra.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário