Ocorreu um erro neste gadget

Ola´! Que bom que passou por aqui, seja bem vindo! ! Espero que goste e volte sempre!!!!

"O Segredo da vitória, em todos os setores da vida, permanece na arte de aprender,imaginar,esperar e fazer mais um pouco."
( Chico Xavier - ditado por André Luiz )

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010

01 de fevereiro dia do PUBLICITÁRIO


Profissional da área de comunicação, o publicitário atua no planejamento, coordenação e desenvolvimento de campanhas publicitárias para divulgar produtos, serviços, empresas ou pessoas.

Sempre atento às últimas tendências do mercado, ele analisa o que será divulgado, bem como o público a que se destina, visando lucro para quem anuncia. Em resumo, traduz, sob a forma de anúncios, os objetivos do cliente para o qual trabalha.

O que parece mas não é

A profissão foi regulamentada em 18 de junho de 1965 pela Lei no 4680 e para fiscalizar seu exercício foi criado o Conselho Nacional de Auto-regulamentação Publicitária - CONAR - em 1980.

Constituído por publicitários e profissionais de outras áreas, o CONAR é uma organização não-governamental que visa impedir a propaganda enganosa ou abusiva e promover a liberdade de expressão publicitária.

Recebe denúncias de consumidores que se sintam lesados de alguma forma por qualquer propaganda veiculada e as julga através de uma comissão de ética formada por conselheiros da entidade. Quando comprovada a procedência da denúcia, pode recomendar alteração do conteúdo do anúncio ou suspender sua veiculação.

Onde atuar?

São muitas as atividades do publicitário que pode trabalhar em diversas áreas, tais como:

Agência de Publicidade e Propaganda

Se trabalha no setor de Atendimento, é responsável por contatar o cliente e captar o que deseja da agência, transmitindo para as outras partes envolvidas no processo. No setor de Pesquisa e Planejamento, deve analisar a viabilidade do produto no mercado e o público a que se destina. Também elabora a campanha de acordo com o orçamento autorizado pelo cliente.

No setor de Criação, exerce sua criatividade para redigir os textos e slogans, além de criar as imagens que serão a marca dos anúncios.

Já na parte de produção, é responsável por colocar em prática as idéias vindas da criação e dar forma final à campanha. Mas é no Setor de Mídia que a campanha sai do papel e passa a ser veiculada nos meios de comunicação escolhidos no planejamento.

Departamentos de Marketing de empresas públicas ou privadas

Os departamentos de marketing surgem como boas alternativas para publicitários que geralmente ocupam cargos na área de gerência de produto.

Com uma visão geral de todo o processo que envolve o lançamento de um produto no mercado, o gerente atua como elo de ligação entre a empresa, o produto e o público-alvo. Seu objetivo é adequar a capacidade de produção e comercialização da empresa às características do mercado.

Promoção de vendas

Nesta área, elabora estratégias para melhorar as vendas de um determinado produto que já existe no mercado. Pode criar campanhas promocionais, visando incrementar as vendas ou reposicionar o produto.

Publicitários também podem trabalhar como autônomos, realizando serviços para empresas ou lecionar em escolas que tenham cursos profissionalizantes na área de comunicação e em faculdades.

Onde estudar?

Para atuar como publicitário, é necessário curso superior, preferencialmente em Comunicação Social, o único que oferece habilitação em Publicidade e Propaganda. Mas profissionais formados em Administração e Marketing também atuam na área.

Com duração mínima de 4 anos, o curso de Publicidade e Propaganda tem matérias específicas como Linguagem Publicitária, História da Publicidade no Brasil, Técnicas de Redação Publicitária, Criação Publicitária, Pesquisa de Mercado e Planejamento Publicitário e disciplinas da área de ciências humanas como Psicologia, Filosofia, Sociologia e Antropologia.

A área administrativa da publicidade, onde o aluno aprende a fazer estudos estatísticos, pesquisas de marketing e de veiculação e planilhas de custos, também é garantida pelo curso.

Fonte: Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística


O profissional da área da comunicação responsável pelo planejamento, criação e execução de campanhas publicitárias, e de propaganda chama-se publicitário. O objetivo de uma campanha publicitária é obter lucro para o anunciante, para aumentar as vendas do produto anunciado. É preciso, pois, criar uma imagem do produto e divulgá-la, de modo a despertar o interesse do consumidor, ou seja, fazê-lo desejar o produto. O publicitário conhece as técnicas necessárias para que esse processo tenha êxito e supere a concorrência de outros produtos.

Até 1965, a profissão de publicitário era exercida pelos jornalistas, os quais, por terem conhecimento e prática na divulgação de mensagens dirigidas às massas, eram os mais requisitados pelos anunciantes para trabalharem a imagem de seus produtos. Em 18/06/1965, foi promulgada a lei nº 4680, que regulamentou a profissão, em razão de terem surgido cursos superiores na área da Comunicação Social, com especialização em publicidade e duração de quatro anos. Dessa forma, hoje, o publicitário possui ampla formação na área de ciências humanas - psicologia, sociologia e antropologia - e em matérias específicas como redação publicitária, linguagem publicitária e criação que complementam os conhecimentos necessários para lidar com o público - alvo de seus futuros clientes.

Para fiscalizar o exercício da profissão, foi criado em 1980, o Conselho Nacional de Auto-Regulamentação Publicitária (CONAR), Organização Não-Governamental (ONG) que zela pela ética no meio publicitário, impedindo "que a publicidade enganosa ou abusiva cause constrangimento ao consumidor ou a empresas". Qualquer consumidor que se sinta lesado por alguma publicidade pode contatar o CONAR, que, mediante um Conselho formado pelos conselheiros da organização, irá analisar a denúncia e ordenar, caso seja pertinente, a retirada do anúncio ou a modificação de seu conteúdo, "com total e plena garantia de direito de defesa aos responsáveis pelo anúncio".

O campo de atuação do publicitário são as agências de publicidade e propaganda ou as empresas. Nas agências, ele pode se especializar em diversas áreas: na área do atendimento, faz contato com o cliente e leva as instruções deste para a agência executar o trabalho. Na área da criação, desenvolve o anúncio propriamente dito. Pode também optar pela redação publicitária ou pela direção de arte, ou por outras áreas, como a do planejamento, em que avalia pesquisas de mercado e determina a melhor forma de comunicação para o cliente. Na área de mídia, ele determina em quais meios (TV, rádio, cinema, impressos ou internet) e em que periodicidade o anúncio deve ser veiculado.

Fonte: www.paulinas.org.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário