Ocorreu um erro neste gadget

Ola´! Que bom que passou por aqui, seja bem vindo! ! Espero que goste e volte sempre!!!!

"O Segredo da vitória, em todos os setores da vida, permanece na arte de aprender,imaginar,esperar e fazer mais um pouco."
( Chico Xavier - ditado por André Luiz )

segunda-feira, 1 de março de 2010

Doar urina, um ato de amor


Mulheres podem procurar unidades de saúde para doar urina

O Programa HCG, ação conjunta entre a iniciativa privada e a Secretaria de Saúde de Guarujá visando a constituição de medicamentos a mulheres inférteis, continua atendendo mulheres interessadas em doar urina para testes.

A iniciativa foi implantada em Guarujá após convênio e atende em todas as unidades básicas do município. Mais de 700 mulheres da cidade atendidas pela rede municipal de Saúde, participam do programa desde janeiro deste ano.

Segundo a coordenadora dos programas de Saúde da Mulher e da Saúde Integral do Adolescente de Guarujá, Paula Silveira, de janeiro até o início deste mês, 593 gestantes interessadas em doar urina foram atendidas na Unidade Especializada da Saúde da Mulher.

A urina pode ajudar mulheres a engravidar porque contém o HCG (Hormônio Coriônico Gonadotrófico), conhecido como hormônio da gravidez. O HCG é liberado pela placenta e mantém a gestação no início do desenvolvimento do embrião. Essa substância está presente nos primeiros meses e funciona como um anti-abortivo, estimulando a ovulação e tornando a gravidez possível.

Martéria-prima

Por suas propriedades, o HCG tem sido usado como matéria-prima na produção de medicamentos prescritos não só em tratamentos da infertilidade feminina, mas também em casos de criptorquidismo no homem (retenção de testículos).

De acordo com a promotora social do programa, Patrícia Fumero, as promotoras visitam os postos de saúde para localizar possíveis doadoras. As gestantes assistem a uma palestra sobre o assunto e recebem recipientes para coleta da urina.

A equipe de especialistas vai à casa da grávida que estiver até a 18ª semana de gestação para coletar a urina. Dela é extraído o hormônio HGC, que será transformado em pó. Essa substância vai virar matéria-prima para fabricação de remédios contra a infertilidade.

Patrícia explicou que esse procedimento (coleta do material) é retirado das doadoras a cada quatro dias, durante os primeiros quatro meses e meio de gravidez. Ao final do período de doação, as gestantes recebem um kit com enxoval de bebê, em agradecimento e até como incentivo às outras mulheres a participar do programa.

Só não podem doar urina as gestantes que são portadoras do vírus HIV (aids), infecções sérias ou hepatite.

Países

O Brasil e a Holanda são, atualmente, os únicos países a fazerem esse tipo de doação. No Brasil, o programa HCG foi criado em 1986, pela indústria de produtos farmoquímicos Diosynth, e já foi implantado em 41 cidades do Estado de São Paulo e nove de Minas Gerais.

Na Baixada Santista, além de Guarujá, o programa está presente em mais seis municípios: Santos, São Vicente, Cubatão, Mongaguá, Bertioga e Praia Grande.

Serviço

As mulheres interessadas em realizar a doação podem entrar em contato com o programa pelo telefone 0800-559022.(ligação gratuita) ou ainda se dirigir à unidade de saúde mais próxima de sua residência. Outras informações estão no site www.programahcg.com.br.



Nota pessoal: Eu doei urina quando estava grávida do meu primeiro filho para o laboratório Organon, na época, há 20 anos atraz, era o único que eu conhecia que fazia essa capanha. Do meu segundo filho não pude doar, pois só descubri a gravidez quando já estava no final do terciero mes. Infelismente, mas sempre que soube de alguém grávida fiz a campanha para doarem urina. É importante ajudar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário